A HISTÓRIA DO BALONISMO

1709 - No dia 05 de agosto, o Frei português Bartolomeu Lourenço de Gusmão (que formulou a teoria de que o ar quente é mais leve que o ar frio) apresentou ao rei de Portugal João V e aos seus chefes de armada, uma nave de nome “Passarola” que teria se elevado a uma altura 60 m, porém incendiando-se em seguida. Tal fato teria afetado a credibilidade quanto á eficiência do invento sendo esta idéia abandonada por décadas.

...


Ilustração do século XVIII da nave construída por Bartolomeu de Gusmão

1783 - No dia 09 de setembro, no palácio de “Versailles” os irmãos Etienne e Joseph Montgolfier realizaram o primeiro vôo de balão perante o Rei Luis XVI e uma multidão atônita. O balão era confeccionado de tecido de algodão impermeabilizado e utilizava como combustível palha seca e lã de ovelha. É importante salientar que os primeiros tripulantes foram uma ovelha e um pato que retornaram ao solo são e salvos...
Ainda hoje o nome “montgolfiér” é sinônimo de balão na França e outros países da Europa. Como exemplo citamos a Itália onde os balões se chamam “montigolfiéra”


Ilustração da apresentação dos Irmãos Montgolfier ao Rei Luis XVI no palácio de Versailles

1785 - Um balão atravessa o Canal da Mancha com um francês e um Americano à bordo.

1793 - O francês Jean Pierre Blanchard voou pela primeira vez com um balão sobre território americano. Foi no estado da Filadélfia tendo como testemunha George Washington.

1884 - O brasileiro (paraense) Júlio César Ribeiro de Souza patenteia em Paris o projeto de um dirigível de nome “Victória” que voou contra o vento em linha reta.

...

1893 - Outro brasileiro, Augusto Severo de Albuquerque Maranhão constrói um dirigível de nome “Bartholomeu de Gusmão” e consegue fazer diversas manobras. Este dirigível fora trazido ao Brasil neste mesmo ano e fora a primeira aeronave á voar sobre nosso país.


1892 - Alberto Santos Dumont, realiza seu primeiro vôo em um balão. Já existiam fabricantes de balões na França e numa de suas visitas á um destes fabricantes encomendara um balão de apenas 100m3, o que para a época seria uma insanidade, pois afirmava-se que para uma pessoa voar seria necessário no mínimo um volume interno de 250m3. Nascia assim seu primeiro balão batizado de “Brasil” que voara com sucesso. Numa de suas anotações leu-se:
“O meu primeiro balão
O menor
O mais lindo
“O único que teve um nome: Brasil”.


Fotografia do 1º balão de Santos Dumont

1898 - No dia 20 de setembro sobre os “Jardins da Aclimação” uma multidão aglomerava-se para ver o dirigível “Dumont nº 1” impulsionado por um motor à explosão, que evoluía descrevendo curvas, subindo e descendo... Todos aplaudiam emocionados, porém subitamente o “charuto” despencou de uma altura de 400m!!!! Santos Dumont construiu mais 14 dirigíveis, tornando-se a mais respeitada autoridade mundial no assunto.


1901 - No dia 12 de julho conquista o prêmio “Deutsch de La Meurthe” por Ter sido o primeiro a fazer um percurso circundando a Torre Eiffel em Paris. Escreveu ele mais tarde:
“Nesta manhã de 12 de julho de 1901 e na tarde de 23 de outubro de 1906, vivi os momentos mais felizes de minha vida”.


Fotografia histórica: A conquista do Prêmio Deutsch de La Meurthe.


Detalhes técnicos no “Nº6”, divulgados por “L’Illustration” Jornal de Paris

1902 - No dia 12 de maio com seu novo dirigível “PAX” fez uma demonstração durante 10 minutos, porem quando estava a 400m de altura ficou envolto em chamas vindo a explodir, terminando com o sonho e a vida de Severo.

1911 - Deflagra-se a 1ª Grande Guerra Mundial, e os balões são amplamente utilizados como plataformas de observação e no lançamento de bombas porém as perdas eram muito grandes devido às suas dimensões e pouca (ou nenhuma) manobrabilidade.

A RETOMADA DO BALONISMO

1953 - O Norte Americano Ed Yost reinventa o balão impulsionado à ar quente... Construiu um protótipo de 230m3 que voara com o auxílio de um maçarico.

1960 - Ed Yost realiza seu primeiro vôo livre com um balão de 800m3 já utilizando o gás propano (combustível utilizado até hoje). À partir de então começa o balonismo como esporte.

1963 - É feita a primeira travessia moderna do canal da Mancha com o inglês Don Cameron (que se tornaria o maior fabricante mundial de balões), e com a introdução dos balões na Europa, inicia-se o primeiro campeonato de balonismo.


1970 - No dia 25 de outubro, o brasileiro Victorio Truffi realiza o primeiro vôo com Balão de Ar Quente na América do Sul, na cidade de Araraquara-SP, colocando o Brasil como um dos países pioneiros no mundo na prática do esporte.


1972 - É realizado no EUA o primeiro Festival de Balonismo na cidade de Albuquerque-NM com a presença de 13 balões. Espera-se para o ano de 2000 a presença de 1000 balões...

1973 - É realizado o primeiro campeonato mundial, impulsionando o balonismo em todo o mundo.

1985 - É realizado na cidade de Casa Branca-SP o primeiro Campeonato Brasileiro de Balonismo com 9 participantes. Atualmente o Campeonato brasileiro conta com aproximadamente 50 balões.

Atualmente, existem aproximadamente 15.000 balões, sendo que 11.000 encontram-se apenas nos EUA, sendo o restante distribuídos da seguinte forma: 1.200 na França, 1.500 na Inglaterra e o restante espalhado pelo mundo. No Brasil existem em atividade 55 pilotos e aproximadamente 100 balões.